Como melhorar suas entrevistas, segundo o Google.

Publicado em Categoria(s) Avaliação de pessoas, Como selecionar, Entrevistas, Portugues, Processo Seletivo, Recrutamento, RH
Como Melhorar Suas Entrevistas Para Identificar E Contratar Profissionais De Alta Performance

Qual a relevância da entrevista para a identificação e contratação de profissionais de alta performance? Para Kevin Grice, que foi gerente de recrutamento do Google por seis anos, a entrevista é tão decisiva quanto negligenciada. Em artigo publicado na Fast Company, Grice diz que recrutadores e empresas devem preparar cuidadosamente as entrevistas para que consigam identificar e contratar profissionais de alta performance aderentes ao perfil que buscam. 

Para atingir esse objetivo, o recrutador dá seis dicas aprendidas ao longo de dez anos exercendo a posição em gigantes como o Google:

 

1 – Pesquise o entrevistado

Uma checagem básica como verificar perfis de redes sociais não é suficiente; vá um pouco mais fundo. Se estiver contratando um engenheiro, por exemplo, pesquise suas contribuições de código aberto na Internet. Se estiver recrutando uma posição que exija habilidades de apresentação, busque por vídeos de palestras e apresentações dos candidatos. Pode dar mais trabalho, mas você saberá exatamente quem é a pessoa que você está entrevistando e terá uma idéia bem mais clara sobre riscos e oportunidades do perfil.

 

2 – Não busque seu sósia

Segundo Grice, tendemos a contratar pessoas que nos lembram de nós mesmos. Além de contribuir para um processo de recrutamento injusto, essa abordagem representa um risco de longo prazo para as empresas. Se contratarmos buscando nós mesmos no candidato, acabamos com a diversidade da empresa. Há uma extensa pesquisa que sugere que empresas diversas são mais inovadoras, obtêm retornos financeiros acima da média e têm mais facilidade em recrutar pessoas talentosas. De outro lado, queremos contratar pessoas com as quais gostaríamos de trabalhar, portanto continua sendo importante que você tenha um bom pressentimento sobre um candidato. Mas certifique-se de que você não está desfavorecendo injustamente os candidatos que podem ser ótimos para o trabalho apenas porque não seguiram as mesmas jornadas culturais, educacionais ou profissionais que você.

 

3 – Demonstre consistência

Pesquisadores descobriram que uma maneira de tornar o processo de recrutamento o mais justo e imparcial possível é usar entrevistas estruturadas. Isso significa buscar consistência e respeitar uma ordem nas perguntas feitas a todos os candidatos de forma igual. Usando as mesmas perguntas ao entrevistar pessoas diferentes para um papel específico, você dará a cada candidato uma oportunidade igual para brilhar, e facilitará seu trabalho na hora de fazer uma comparação justa entre eles.

 

4 – Evite pensamento de grupo

Você acabou de fazer uma ótima entrevista com um candidato que tem tudo o que procura. Você tem certeza de que seu colega que realizou a segunda entrevista está pensando exatamente a mesma coisa, e você está desesperado para conversar com ele. Esse reflexo faz sentido. Afinal, como diz o ditado, duas mentes são melhores que uma. Mas se você discutir seus pensamentos antes que alguém tenha tido tempo para processar os deles, rapidamente se formará um pensamento de grupo, e seus preconceitos (positivos ou negativos) irão influenciar os deles. Aproveite o tempo para digerir o que acabou de acontecer, anote o seu feedback, e só então, sente-se e compartilhe seus pensamentos com os outros.

 

5 – Reconheça seus preconceitos inconscientes

Nomes, endereços, universidades: pequenas coisas que podem desencadear nosso preconceito inconsciente. Apesar de ocultos, esses preconceitos são perigosos em um processo seletivo. Grice cita, por exemplo, o costume dos candidatos incluírem uma foto em suas aplicações na Europa. Pesquisadores descobriram que os empregadores têm menos chances de contratar mulheres que aparecem usando lenços nas fotos, mesmo que as qualificações fossem idênticas às de outros candidatos. Pesquisadores canadenses também descobriram que candidatos com nomes chineses, indianos ou paquistaneses tinham 28% menos probabilidade de serem convidados para uma entrevista do que aqueles com nome inglês. É improvável que eliminemos nossos preconceitos, mas podemos nos conscientizar deles e evitar que guiem conclusões sobre a adequação de um candidato ao cargo e à empresa.

 

6 – Esteja presente

Entrevistas já são estressantes. Agora imagine quando o entrevistador está digitando no laptop, mexendo no celular ou olhando pela janela. Todos temos agendas lotadas, mas se você estiver em uma sala com um candidato, esteja lá de verdade.

 

Caso precise recrutar profissionais de vendas e marketing de alta performance clique aqui e entenda melhor a metodologia pioneira em recrutar e selecionar área comercial da Foursales group. Após conhecer um pouco melhor sobre nós, aproveite para acessar outros materiais relacionados ao tema deste artigo:

 

Sobre a Foursales
A Foursales foi a pioneira na América Latina no recrutamento, seleção e assessment especializados exclusivamente em executivos de vendas e marketing. Tem como razão de existir auxiliar seus clientes a garantirem os melhores profissionais de área comercial do mercado em suas equipes. Solicite um contato de nossa equipe preenchendo seus contatos aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *