Foursales Entrevista Adeildo Nascimento, ex-Presidente da ABRH-PR, sobre o futuro do RH.

Tendo em vista a crise gerada pelo Coronavírus, a Foursales Group lançou uma campanha com o objetivo de ajudar gestores de RH e empresários à superarem este momento tão complexo, a campanha #ContaConosco. Para isso, estamos produzindo semanalmente materiais altamente relevantes para o cenário atual – de artigos e ebooks até webinars com os maiores executivos de RH do país.

Pensando em ajudar você e a sua empresa a superarem a crise gerada pelo Coronavírus, a Foursales Group lançou o Foursales Entrevista, conversas semanais com as principais lideranças de RH da América Latina com o intuito de compartilhar boas práticas de gestão de pessoas. A iniciativa é parte da campanha #ContaConosco, desenvolvida em parceria com a Bynd e criada para ajudar gestores de RH no atual cenário conturbado.

Nesta semana recebemos Adeildo Nascimento, ex-Presidente da ABRH-PR e ex-Diretor de RH da GVT e MadeiraMadeira, para conversar sobre “O futuro do RH e as transformações pós-crise”. Neste artigo você poderá conferir alguns dos principais pontos da conversa.

Para conferir a entrevista na íntegra, acesse e siga nosso canal no YouTube (aqui). Além dos nossos webinars semanais, lá você encontrará conteúdos altamente relevantes tanto para profissionais de RH quanto para executivos de vendas e marketing. 

Reflexos da crise para os profissionais de RH

Para Adeildo, o cenário atípico que vivemos hoje deve desafiar os profissionais de recursos humanos e moldar o futuro do RH, principalmente no que tange cultura corporativa, desenvolvimento de lideranças, governança voltada a objetivos e foco em propósitos.

Neste contexto, empresas que entendem o RH apenas como gestão de pessoas, os focos supracitados, devem sofrer mais com a crise. Já aquelas com uma gestão de capital intelectual, alinhadas com as tendências de gestão de pessoas que já vinham sendo sinalizadas nos últimos congressos, estão mais equipadas para lidar com os impactos da pandemia.

Portanto, de maneira resumida, a crise deve acelerar a implantação de tendências, mas os desafios desta trajetória obrigam os profissionais de RH a se adaptarem rapidamente. Adeildo sinaliza ainda que o gestor RH de hoje precisa estar preocupado com todos os steakholders, se preocupando com os funcionários mas também com o ecossistema da empresa e com o mercado. Confira a entrevista completa aqui.

Mercado de trabalho após a crise

A desburocratização das relações de trabalho é uma discussão já presente no mercado e que deve se intensificar no pós-crise, afirma Adeildo. Além disso, deve haver também uma rediscussão do papel da iniciativa privada, do estado e dos trabalhadores na garantia de emprego e distribuição de renda.

A busca por capital intelectual também deve ganhar cada vez mais destaque, com o home office deve se tornando cada vez mais atrativo para empresas e talentos. Para acelerar estas adaptações, Adeildo afirma que a metodologia walking the talk é um possível caminho no futuro do RH, com uma gestão focada no desenvolvimento de líderes e consolidação da cultura corporativa.

Isso passa, obrigatoriamente, pelo recrutamento e seleção de talentos engajados e com excelente fit cultural, afirma Adeildo. O futuro pede profissionais compromissados com um propósito, finaliza. Confira a entrevista completa aqui.

Novas formas de trabalho no pós-crise e home office

Teorizando sobre as novas formas de trabalho no pós-crise, Adeildo identifica dois cenários possíveis. O primeiro, caso a pandemia dure por muito tempo, é a precarização das relações de trabalho a nível mundial, enfraquecendo a relação entre empresa e empresário. 

O segundo cenário nos levaria à um mercado centrado no talento e em profissionais altamente competitivos, com forte senso de propósito e que buscam se aprimorar constantemente. Esta geração combinada ao poder transformador da crise gerada pela pandemia deve gerar resultados surpreendentes, impactando o futuro do RH, complementa Rodrigo Sahd, CEO da Foursales Group.

Em paralelo à este cenário, quando questionado sobre a possível adoção do home office de forma ampla pelas empresas, Adeildo aponta que isso pode demorar, principalmente em função dos parques fabris brasileiros e do alto custo para robotização. Para ele, remotizar completamente o trabalho pede fábricas mais autônomas, e isso ainda deve levar tempo no Brasil. Confira a entrevista completa aqui.

Sobre o Foursales Entrevista e a campanha Conta Conosco

O “Foursales Entrevista” conversa semanalmente com as principais lideranças de RH da América Latina para compartilhar boas práticas de gestão de pessoas. Ele faz parte da campanha Conta Conosco, uma iniciativa Foursales e Bynd para apoiar gestores e empresários durante a crise gerada pelo Coronavírus.

Assista as entrevistas passadas em nosso YouTube (aqui). Para receber o calendário de webinars e materiais exclusivos, basta clicar no banner abaixo e se inscrever na campanha:

 Foursales entrevista, futuro do RH

Saiba mais sobre a Foursales.
Com atuação nos 5 continentes, a Foursales foi a pioneira no recrutamento, seleção e assessment especializados exclusivamente em área comercial. Acumula know-how com uma grande diversidade de tipos de cliente, tanto em termos de segmento quanto de porte, nacionalidade e localidade. Nossa razão de existir é descobrir e apresentar aos nossos clientes os melhores profissionais de área comercial do mercado. Para mais informações sobre nossa atuação, especializada no recrutamento remoto de profissionais para as áreas comercial e de marketing, entre em contato pelo formulário abaixo.

 



Deixe uma resposta